Dicas sobre o que observar quando for reformar seu apartamento

|maio 31, 2019 | Blogs

      Está planejando fazer uma reforma em seu apartamento, mas não faz ideia por onde deve começar?

Uma reforma, quando mal planejada, pode trazer péssimas surpresas e causar muitas dores de cabeça com problemas inusitados. Pensando nisso, separamos alguns tópicos essenciais para que você fique atento e sua reforma não se torne um pesadelo.

  1. Ponto de partida

      Antes de qualquer coisa, é preciso analisar qual o método construtivo adotado em seu imóvel, pois é isto que irá determinar o nível de intervenções e modificações possíveis de serem realizadas.

      Para isto, tenha em mãos as plantas técnicas do empreendimento (projetos arquitetônico, estrutural e de instalações prediais). Se por acaso não tenham sido entregues a você juntamente com o manual do proprietário no momento da compra, solicite ao Setor de Engenharia da construtora responsável pela obra.

  1. Procure um profissional

      Se a intenção da reforma for apenas trocar alguns revestimentos ou renovar a pintura, não será necessário o acompanhamento da obra. Porém, caso envolva alguns dos itens descritos abaixo, será necessária a contratação de um arquiteto ou engenheiro:

  • Demolição de paredes;
  • Realização de furos ou buracos em paredes, lajes, vigas ou pilares;
  • Reforma de encanamentos hidráulicos ou de gás;
  • Alteração de dutos de fiação elétrica;
  • Instalação de piso sobre piso existente;
  • Instalação de banheiras ou jardins de inverno;
  • Trocar portas e/ou janelas;
  • Colocar gesso no teto.

      Vale salientar que se deve tomar muito cuidado para não confiar em pessoas que não entendam do assunto, pois, pode-se acabar gastando muito mais do que o necessário. Lembre-se: o especialista consegue prognosticar problemas e evitar erros e atrasos na obra.

  1. Projeto

      O projeto é importante para assegurar que a reforma aconteça dentro das normas e dos prazos. Iniciar a obra sem ter um projeto definido é um erro grave e, por incrível que pareça, muito comum. O ideal é saber o que deseja alterar, reformar e mudar no imóvel e, após delineado o objetivo da reforma juntamente com seu arquiteto ou engenheiro, é preciso planejar.

  1. Orçamento

      Pesquisar materiais necessários e orçar os gastos é fundamental para evitar surpresas indesejadas durante a obra. Alguns profissionais já apresentam um orçamento pronto, com os serviços a serem realizados e opções de materiais com valores já calculados com base na quantidade, modelo e marca.

  1. Duração

      Como uma reforma é feita de várias etapas, ela pode levar de 3 a 6 meses para ser concluída, dependendo do tamanho do apartamento e da complexidade da obra. Em média, é necessário que sejam reservados ao menos 3 meses entre o dia em que se decide fazer uma reforma e o início da obra.

  1. Autorizações necessárias

      Qualquer alteração em apartamentos deve ser comunicada e aprovada pelo síndico do prédio. Deve-se apresentar o projeto com todas as mudanças planejadas, os materiais previstos e o tempo estimado da obra. Além disso, devem ser respeitadas as regras para emissão de ruídos, horários limites, limpeza das áreas comuns e despejo de entulho. Também é aconselhável conversar com os vizinhos antes de começar a reforma e explicar detalhes relevantes, uma vez que uma reclamação na prefeitura pode vir a embargar o projeto.

      Como em toda reforma, podem ocorrer imprevistos que venham a alterar a ordem do cronograma, cada caso é um caso. Por fim, tenha paciência! Não adianta ter pressa para acabar logo ou reclamar do barulho. Um trabalho bem feito resultará em um projeto incrível e, assim que toda a quebradeira acabar, a sensação de casa nova vai fazer tudo ter valido a pena.

 

Por Isadora Antonelli

Share this post: