Os benefícios de uma construção sustentável

|dezembro 19, 2019 | Blogs

A construção civil é um grande impulsionador da economia brasileira, sendo um dos ramos de atuação mais importantes para o setor econômico do país e, também, é responsável por movimentar cerca de 10% do nosso Produto Interno Bruto (PIB), empregando milhões de trabalhadores.

A tendência é de que o mercado das tecnologias sustentáveis entre no cenário da construção com o objetivo de construir imóveis com o mínimo impacto ambiental possível. Uma vez que o setor da construção é o que mais consome recursos naturais, é preciso buscar meios para reduzir o impacto causado à sociedade.

Para que isto seja possível, serão apresentadas algumas soluções sustentáveis:

  • EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Uma das maneiras de reduzir os danos causados ao meio ambiente e ainda economizar, é reduzindo o consumo de energia elétrica. Por isso, investir em fontes de energia alternativas, como painéis solares para aquecimento de água, e geradores eólicos, que transformam a energia cinética dos ventos em energia elétrica, podem fazer a diferença no final do mês.

 

 

  • REDUÇÃO DE DESPESAS COM A ÁGUA

O grande desperdício de água tem preocupado muito a população atualmente. Em geral, possuir um sistema de captação de águas pluviais acaba se tornando um grande investimento, pois a água das chuvas pode ser usada na irrigação de plantas e hortaliças e para descarga. Já que falamos em descarga, o consumo de água nos lares brasileiros está dividido entre algumas atividades básicas: limpeza (5%), cozinha (10%), lavagem de roupa (20%), descarga (30%) e higiene pessoal (35%). Ou seja, quase um terço da água consumida em casa vai para a descarga. Desta forma, visando maior economia, os mecanismos tradicionais para caixa acoplada passaram por uma evolução que levou ao surgimento dos sistemas de acionamento duplo. A descarga de duplo acionamento é capaz de economizar até 75% do consumo de água, pois utiliza entre 3 e 6 litros de água, em contrapartida, a descarga normal utiliza cerca de 14 litros.

 

  • GESTÃO DOS RESÍDUOS NA EDIFICAÇÃO

Segundo o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada do governo federal), mais da metade de todo o lixo que produzimos em casa é orgânico. Todo esse resíduo, quando descartado em lixões, juntamente com outros materiais tóxicos, acabam produzindo efluentes que contaminam o solo e a atmosfera.

Uma nova aliada que surge para esse tipo de atividade é a composteira, que, com toda certeza, tem muito potencial para revolucionar o descarte de resíduos e, em alguns casos, a produção de energia renovável em pequena escala. Há vários modelos de composteiras no mercado, desde as mais simples às mais tecnológicas. Estas mais tecnológicas possuem sistemas que transformam resíduos orgânicos em energia e fertilizante natural.

 

  • SOLUÇÕES ARQUITETÔNICAS

Além dos benefícios do uso da tecnologia em uma construção sustentável, a inserção de soluções arquitetônicas, como brises (ou quebra-luz), telhado verde e projetos que priorizem uma boa ventilação poupará o uso de energia elétrica.

 

 

Essa economia pode ser percebida ao longo dos meses, a médio e longo prazos, outras vantagens, também, podem ser observadas em relação à construção sustentável. Em suma, é perfeitamente plausível se afirmar que o conceito de construção sustentável está vinculado a várias opções vantajosas – tanto para as empreiteiras quanto para a sociedade!

Share this post: